highlighted:

Mauricio Veloso

Maurício Veloso

Maurício Veloso iniciou seus estudos de piano com apenas seis anos de idade, em Governador Valadares, MG, onde nasceu. Já na UFMG, foi aluno dos pianistas Lucas Bretas e Maria Lígia Becker, ambos de fundamental importância para sua formação pianística.

Em 1993 Maurício se torna professor da Escola de Música da UFMG, aprovado em primeiro lugar em concurso. Bacharel em Música pela EMUFMG (1990) torna-se Mestre em Música pela UFRJ em 1995 (classe de Sônia Goulart) e Doutor em Música pela Indiana University School of Music, Bloomington (EUA), em 2000.

Maurício teve o privilégio de ser orientado, nos Estados Unidos, por Leonard Hokanson, um dos últimos discípulos do legendário pianista Artur Schnabel, e pelo cultuado Michel Block, único pianista a receber o "Prêmio Artur Rubinstein", criado especialmente para ele pelo grande pianista polonês. Na Escola de Música da UFMG, coordenou projetos de Extensão (como "Circuito Musical Estrada Real" e "Música na Escola"), foi orientador artístico e acadêmico no Mestrado e o Coordenador do Colegiado de Graduação (2007-2009) responsável pela implementação do REUNI, que incluiu a ampliação de vagas na Graduação e a criação da Licenciatura Noturno e das habilitações em Música Popular e Musicoterapia do Bacharelado.

Maurício Veloso, paralelamente à sua atuação como professor de piano, literatura do piano e música de câmera na EMUFMG (com diversos alunos premiados em concursos e alguns deles já atuando como professores de Ensino Superior), tem se apresentado frequentemente como solista e camerista, no Brasil e exterior, e seu trabalho com a flautista Militza Franco e Souza, com quem forma há muito o Duo Instrumentalis, resultou no lançamento do "CD Duo Instrumentalis", em 2012.

Gravou também para o CD comemorativo dos 100 anos do compositor belga-brasileiro Artur Bosmans, lançado em 2011 pela Escola de Música da UFMG. Seu estilo pianístico é resultado de uma busca constante por honestidade e profundidade artísticas, refinamento e colorido sonoro. Após apresentações em London, Canadá, foi saudado como "formidável pianista e artista". Anteriormente, seus mestres o haviam descrito como "um sincero e verdadeiro artista" (Michel Block) e "um verdadeiro artista e refinado pianista, que merece ser ouvido." (Leonard Hokanson)

 

Barra com as marcas de apoio ao evento

content:
sidebar:
Widget: 6:
afterContent: